Mauá é a única cidade do estado a participar do programa federal de CineClubes

Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer

cineclube

Mauá é a única cidade do estado a participar do programa federal de CineClubes

A cidade de Mauá foi a única selecionada no estado de São Paulo para receber o projeto federal “Rede CEUs de Cineclubes”. Além de Mauá, foram contempladas cidades nos estados do Acre, Pará, Goiás, Ceará, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Pernambuco e Sergipe.

De um total de dez municípios em todo o país, o projeto do Ministério da Cultura em parceria com a UFABC e com o apoio da Prefeitura de Mauá, busca formar agentes cineclubistas, ou seja, profissionais capacitados para explorar o conteúdo cinematográfico e realizar sessões de cinema com os equipamentos e infraestrutura disponíveis nos CEUs (Centros de Artes e Esportes Unificados).

Em Mauá, Dagliane Natieli e Gisele Felipe da Silva, de 20 e 16 anos respectivamente, foram as selecionadas para integrar e fomentar o projeto na cidade, conduzindo as sessões cinematográficas. As estudantes moram no Parque das Américas e recebem uma bolsa-auxílio da universidade.

“Estamos começando agora, mas já gosto muito. Já fiz circo e agora faço artes cênicas e com o projeto pretendo avançar para a área do cinema”, contou Dagliane que recentemente esteve no Rio de Janeiro acompanhando as atividades do projeto.

Para Gisele Felipe, essa foi uma grande oportunidade. “Foi uma surpresa, não imaginava participar e estou gostando muito”, comemorou.

Os dez municípios selecionados pelo Ministério da Cultura atendem critérios como: localidade, ou seja, presentes nas cinco regiões do país e IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais carecido de políticas e atividades culturais. Cada município indicou dois agentes para receber a formação pela UFABC, além de um gestor de CEU.

Primeira sessão – A primeira exibição acontece nesta quarta-feira (26), às 19h. O filme escolhido para exibição ao público é o curta-metragem “Vista Minha Pele”. Em cena, uma menina branca passando por tudo o que passa uma menina negra, tentando vencer da melhor maneira possível o preconceito. A sessão é gratuita.